Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2015

Cinzas

Eu queria poder pegar toda a injustiça
E colocar em uma caixinha,
Ou em uma caixona,
Ou em várias centenas de trilhões de caixas
E queimar
Transformando em cinzas tudo isso
E construindo com as cinzas algo novo,
Algo bom
Algo que fosse justo, honesto, sincero
E que não trouxesse dor
Porque estamos no ápice do declínio,
Ou nós mudamos
Ou explodimos.
E se eu pudesse mudar
Além de mim
Eu mudaria.
Se pedissem tudo o que tenho,
Minha fé ,
Minha vida,
Eu ofereceria de bom grado em troca de um novo mundo.
Porque este está morrendo, e somos nós que estamos o matando.
Outro salvador não virá, Ele já deixou seu recado
Porque apenas louvar não adiante, é preciso servir
E se você não acredita em algo maior que você, tudo bem, é uma crença,
Mas se você também quer que as coisas melhores
Seja instrumento da paz, do amor, da justiça, da igualdade.
Porque o mundo está desabando
Mas se nós nos espertarmos
Haverão escombros e cinzas para construir algo bom e belo
Se não... Não sobrará nada.
Apenas um sopro e vibrações
De um planeta…

Je Suis Charlie, para que não calem o mundo.

Je suis Charlie. Eu sou Charlie. Eu sou Charlie porque mesmo que eu não concorde com nenhuma charge do jornal Charlie Hebdo, eu como pessoa não posso apoiar que calem nenhuma forma de expressão. Mesmo que eu me sinta ofendida, horrorizada e ache as charges desse jornal um lixo, tenho como dever defender o direito deles de publicarem, escreverem e falarem o que quiser sem nenhuma represália, coação ou atentado terrorista. Eu sou Charlie porque permitir que um atentado como esse passe em branco é dizer adeus a liberdade de acreditar no que você quiser, é se sujeitar e abaixar a cabeça a um extremismo hediondo de uma religião que põem em risco a minha liberdade. Eu sou Charlie porque as 12 mortes ocorridas na França foram só o começo. Eu sou Charlie porque eu não quero que qualquer tipo de maluco ache que pode me coagir a abaixar a cabeça a não publicar o que quero ou o que acho que devo, porque se ele se sentir ofendido irá me matar, sendo que esse maluco não respeita o que eu acredito e r…